Blog de viagem: vale a pena fazer um?

A internet proporciona diversos benefícios e, um deles, é o fato de ganhar dinheiro de diversas maneiras, inclusive viajando. Afinal de contas, como você só precisa ter uma boa conexão, você consegue trabalhar de qualquer lugar do mundo, caso tenha um blog de viagem.

E, se você costuma viajar bastante, essa é uma dúvida que já pode ter passado pela sua cabeça: será que vale a pena criar um blog de viagem? Será que ainda existem pessoas interessadas em consumir esse tipo de assunto?

Fazer um blog de viagem não é tão dificil mas voce precisará de foco e saber como monetizar seu blog

A resposta é sim, e isso tem se ampliado ainda mais devido à pandemia. Afinal de contas, a grande parte das pessoas tiveram que ficar isoladas dentro de suas casas. Mas, à medida que o número de vacinados aumenta, a busca por viagens aéreas também.

Então, se há pessoas interessadas em viajar, com certeza elas querem ler conteúdos relacionados às suas viagens. Afinal de contas, ninguém vai para um outro país ou estado sem antes fazer uma boa pesquisa a respeito do local que pretende conhecer.

Ainda que viajar seja uma experiência maravilhosa, todo bônus tem o seu ônus. E, nesse contexto, referimo-nos ao trabalho que é planejar uma viagem. Por isso, muitas pessoas procuram dicas na internet, a fim de obter mais clareza em relação às suas dúvidas.

Mas como fazer um blog de viagem? O que preciso fazer para monetizá-lo? Quais conteúdos devo preparar? Se você quer obter respostas para essas e outras perguntas, é só continuar nesse artigo que iremos falar mais a respeito. Confira a seguir.

Como é ter um blog de viagem?

Ter um blog de viagem é algo libertador, em especial se você tem o costume de viajar com bastante constância. Dessa forma, você se torna útil na vida de muitas pessoas que querem fazer as mesmas viagens que você já fez, mas não sabem por onde começar.

Então, à medida que você viaja, mais experiência você adquire para ajudar outras pessoas. Além do mais, você ganha liberdade para trabalhar em, literalmente, qualquer lugar do planeta! Com todas as suas vivências, você vai ajudar muitas pessoas.

Você já ouviu falar do termo “nômade digital”? Quando você investe o seu tempo em ter um blog de viagem, é possível se tornar um. É claro que o caminho não é tão fácil, haja vista que requer bastante trabalho.

No entanto, é uma coisa que, se você tiver bastante dedicação e constância, com certeza irá conseguir alcançar patamares dos quais nem sequer imagina.

Como fazer um blog de viagem?

Se você quer saber como fazer um blog de viagem, há algumas dicas que você deve seguir, a fim de obter ainda mais sucesso no seu projeto. Por isso, você deve ter entendimentos básicos sobre criação de sites.

Sendo assim, algumas etapas que você deve passar, para criar o seu blog de viagem, é:

Escolha um nome e registre o domínio

A primeira coisa que você deve definir é sobre qual será o nome do seu blog. O ideal é que seja um nome criativo, mas também fácil de decorar. No entanto, o nome deve refletir o intuito do seu site, até mesmo para dar melhor direcionamento ao seu público.

Vamos supor que você queira falar apenas de hospedagem de luxo, por exemplo. Transmita isso através do nome que pretende dar ao seu site. Assim que definir o seu nome, basta registrar o seu domínio em alguma empresa de hospedagem, como a Hostinger, por exemplo.

Escolha o serviço de hospedagem para o blog de viagem

Em seguida, você precisa escolher o seu provedor de hospedagem. No entanto, ele deve se adequar às suas necessidades e de acordo com o seu perfil. Por isso, seu provedor deve ter:

  • Planos para cada tipo de site;
  • Uptime e desempenho de alto nível;
  • Recursos que facilitam alguns processos (backups automáticos, painel de controle intuitivo etc.)

Escolha uma plataforma CMS

O passo seguinte é escolher por um software que crie e gerencie o seu blog. Uma dica é optar por aquele que você melhor se adaptar e que for mais intuitivo, em especial se você for iniciante. E a verdade é que há várias opções.

Dentre as principais opções de plataformas, podemos citar as seguintes:

  • Drupal;
  • Joomla!;
  • WordPress (mais conhecido).

Opte pelo melhor tema do seu blog de viagem

Para deixar o seu blog de viagem ainda mais característico, o passo seguinte é escolher um tema que mais se encaixe com a sua proposta. O melhor de tudo é que há diversas opções gratuitas que com certeza irão lhe agradar.

Defina os plugins do seu blog de viagem

Plugins nada mais são que extensões que adicionam recursos adicionais no seu site. E, se você quer saber como monetizar um blog de viagem, essa é uma etapa que você deve ficar atento. Alguns plugins para quem tem site de viagem, são:

  • WP Travel Engine: permite criar pacotes de viagens e emissão de pacotes;
  • Travelpayouts: permite que você ganhe dinheiro através de programas de afiliados.

Como monetizar um blog de viagem?

Já falamos sobre o processo de criação. Mas, e agora, como monetizar um blog de viagem? A resposta mais óbvia é através do Google Adsense, por intermédio dos anúncios. De fato, essa é uma ótima opção, mas não é a única.

Na verdade, há diversas outras maneiras de monetizar um blog de viagem. Dentre elas, podemos citar as seguintes:

Programa de afiliados

Trabalhar como afiliado é um modelo bem comum. Em suma, nada mais é quando você se afilia a alguma empresa e, de certa forma, vende os seus serviços, em troca de uma comissão. Dessa forma, você pode colocar seu link de afiliado para um site de reservas de hotéis, por exemplo.

Anúncios

Nada mais é quando você permite que outras empresas anunciem no seu site. Dessa forma, quando um usuário clica em determinado anúncio, você recebe uma quantia em dinheiro. É uma ótima forma de como monetizar blog de viagem.

Produtos próprios

Da mesma forma que você pode trabalhar como afiliado, também é capaz de produzir seu próprio produto e comercializá-lo em seu site. Que tal desenvolver um e-book, ensinando formas para viajar barato, e oferecer aos seus leitores?

É claro que precisa de uma certa estratégia de marketing e de vendas, o que dá um certo trabalho. Mas com certeza irá lhe render uma boa quantia em dinheiro.

Consultoria, cursos, eventos

Com certeza você já deve ter visto algum guru do marketing digital oferecendo treinamento ou vendendo cursos. E, se você é um especialista quando o assunto é viagem, por que não oferecer os mesmos serviços?

Projetos patrocinados

Você ainda pode firmar uma parceria com alguma empresa e criar alguns publieditoriais. Ou seja, é quando você trata de um assunto que interessa os seus leitores, mas que ao mesmo tempo é capaz de agregar valor à empresa.

Inclusive, ainda há chances de você criar uma parceria a longo prazo, o que iria lhe gerar uma renda recorrente, por exemplo.

Vale a pena fazer um blog de viagem?

Agora que você já sabe como monetizar um blog de viagem, é possível que você queira saber se vale a pena criar um. A resposta é sim, mas desde que você tenha uma coisa: disciplina. Os resultados virão, mas desde que você trabalhe duro para alcançar o resultado que almeja.

Não pense que os resultados serão imediatos, porque isso não vai acontecer. Tenha paciência e constância para poder alcançar o que deseja. Enfim, agora que você já sabe um pouco se vale a pena fazer um site, saiba também que é possível ter um site rentável, porém isso é a longo prazo

Deixe uma resposta