A comida paranaense é um verdadeiro tesouro gastronômico que reflete a rica diversidade cultural e geográfica do estado. Localizado no sul do Brasil, o Paraná apresenta uma variedade de pratos autênticos que vão muito além do conhecido barreado. 

Ao explorar a comida dessa região, os visitantes têm a oportunidade de mergulhar em uma jornada de sabores únicos e ingredientes frescos, muitos deles provenientes da fértil terra local.

Entre os pratos emblemáticos está o barreado, um cozido de carne preparado lentamente em panela de barro, que se desfaz na boca, acompanhado de farinha de mandioca e banana-da-terra. 

O pinhão, uma semente de araucária colhida nas matas locais, é um ingrediente versátil que pode ser encontrado em diversas receitas, desde sopas até pratos principais da comida paranaense.

Além da influência de diferentes imigrantes, como os ucranianos, poloneses e alemães, a comida italiana também deixou sua marca na gastronomia do Paraná, trazendo uma ampla gama de sabores e técnicas. 

Ao explorar a comida paranaense, os viajantes têm a oportunidade de se deliciar com sabores autênticos e também de conhecer a história e a cultura profundamente enraizadas nesta região. Cada prato conta uma história, proporcionando uma experiência sensorial única que enriquece qualquer viagem ao estado do Paraná.

Pratos típicos da comida paranaense

Desde a tradicional polenta até os saborosos pierogi, há uma variedade de pratos da comida paranaense para satisfazer todos os paladares. Confira:

Joelho de porco

O Eisbein, ou Joelho de Porco, é uma iguaria de origem alemã que encontrou seu lar no Paraná. Nos estabelecimentos de cervejaria e nos autênticos restaurantes alemães do estado, é fácil encontrar essa delícia. Embora popularmente chamado de Joelho de Porco, a carne utilizada na receita situa-se entre o tornozelo e o joelho do animal. 

Imagem mostra o Eisbein, ou joelho de porco um dos pratos típicos da comida paranaense.

Esta porção se difere por sua espessa camada de gordura, o que a torna uma iguaria quando preparada cuidadosamente, com cozimento lento e assada até atingir uma textura macia por dentro e crocante por fora. O irresistível Eisbein é uma experiência gastronômica que conquista paladares com sua combinação única de sabores e texturas. 

Uma verdadeira celebração da tradição alemã que se tornou um patrimônio culinário do Paraná, convidando os visitantes a se renderem a essa tentação irresistível.

Tradicional e saboroso: Conheça o Barreado, ícone gastronômico do Paraná

No litoral paranaense, o prato mais emblemático é o renomado barreado. Essa iguaria consiste em uma suculenta combinação de carnes e temperos, cuidadosamente cozidos por horas a fio até atingir uma textura irresistivelmente e desmanchante. 

Servido com arroz, pimenta, banana e a deliciosa farinha de mandioca, o barreado é uma verdadeira explosão de sabores. Morretes, uma fascinante cidade que pode ser explorada em um passeio de trem partindo de Curitiba, orgulha-se de ser o epicentro dessa iguaria. 

Os restaurantes locais dedicam-se com maestria a preparar e servir o autêntico barreado, proporcionando aos visitantes uma experiência gastronômica inesquecível. Para aqueles que não têm a chance de viajar até Morretes, Curitiba oferece uma oportunidade igualmente tentadora de degustar essa delícia. 

A capital paranaense conta com estabelecimentos que preparam o barreado com maestria, garantindo uma experiência culinária memorável sem a necessidade de se deslocar. Venha saborear essa tradição que conquista paladares em todo o Paraná.

Pinhão

O Paraná é famoso pelo seu pinhão, devido à abundância de araucárias na região. Diferentemente de outras áreas do Brasil, onde é comum consumi-lo cozido com sal, no Paraná, o pinhão é um ingrediente chave em diversos pratos típicos.

Imagem mostra pinhão, um ingrediente fundamental de vários pratos típicos do Paraná.

Nhoque, escondidinho, risotos e bolinhos são apenas algumas das receitas que incluem o pinhão. Um exemplo notável é o Entrevero de Pinhão, uma iguaria do interior do estado, que combina carne suína e bovina, temperos, vegetais e o próprio pinhão.

Ao final do preparo, é servido com arroz, proporcionando uma refeição perfeita para os dias frios do inverno paranaense. O Entrevero de Pinhão é uma deliciosa expressão da culinária regional, enriquecendo a experiência gastronômica na bela região do Paraná.

Carne de onça

A Carne de Onça, um tesouro gastronômico de Curitiba, é um prato típico do Paraná inspirado no alemão Hackepeter. Apesar do nome, é feito com carne bovina, e talvez tenha recebido esse apelido devido ao “bafo de onça” que fica após consumi-lo. 

A iguaria consiste em carne magra crua sobre fatias de broa preta, temperada com pimenta do reino, cebola branca, cebolinha, sal e generoso azeite de oliva. 

Apesar da carne crua, o prato oferece um sabor marcante e se combina perfeitamente com uma cerveja gelada. Encontrar a Carne de Onça nos bares de Curitiba é uma experiência acessível e deliciosa para os visitantes da cidade.

Borsch

O Borsch, uma iguaria típica do leste europeu, conquistou os paladares dos paranaenses. A receita autêntica desta sopa inclui repolho, beterraba, costelinha de porco defumada e smetana, um tipo de creme de leite.

Imagem mostra o Borsch um prato saboroso da comida paranaense.

Nos dias de inverno na capital mais fria do Brasil, o Borsch se destaca como a escolha perfeita para se aquecer e desfrutar de um sabor inigualável. É uma experiência culinária que ressoa com a tradição e o apreço pelos sabores do leste europeu, agora apreciada no coração do Paraná.

Rollmops

O Rollmops, uma receita alemã que se tornou popular no Paraná, é uma excelente opção para acompanhar uma cerveja gelada ou um pão com salada. Originalmente preparado com arenque em conserva, no Brasil, o Rollmops, sofreu adaptações, com a sardinha sendo uma alternativa mais comum. 

O preparo envolve o processo de salga e dessalga do peixe, que é então enrolado em pepino ou cebola e submetido à curtimenta em vinagre. Como se diz, este é um prato para os paladares aventureiros.

Pão com bolinho

O Pão com Bolinho, prato típico de Curitiba, é tão querido pelos locais que ganhou até um festival dedicado a ele, onde os restaurantes criam versões exclusivas. Sua origem não é totalmente clara, mas tornou-se popular durante um período de hiperinflação no Brasil, quando o pão foi adicionado à receita de bolinho de carne para torná-la mais econômica.

Esse improviso resultou em uma das características mais marcantes do sanduíche: sua textura macia e úmida. A receita tradicional do bolinho inclui carnes gordas, cebolinha, alho, farinha de rosca, ovo, pimenta e sal. É servido em pão francês ou pão d’água, com maionese e cebolinha. Apesar da simplicidade, o sabor é surpreendente.

Pierogi

O Pierogi, originário do leste europeu, ganhou popularidade no Paraná devido à influência da imigração. Estes bolinhos recheados com carne suína, batatas, requeijão ou ricota são cozidos e, em seguida, preparados ao forno ou fritos com cebolas e bacon. 

Imagem mostra Pierogi, um delicioso prato da comida do Paraná.

O prato é complementado por um molho de linguiça, criando uma combinação irresistível, especialmente apreciada nos meses mais frios. Experimentar o Pierogi no Paraná é mergulhar em uma tradição culinária enraizada na rica herança dos imigrantes europeus na região.

Porco no rolete

O Porco no Rolete é um prato icônico de Toledo, famoso por sua deliciosa preparação. A cidade até celebra esse prato no Festival Gastronômico da Festa do Porco. A receita envolve um processo cuidadoso, mas o resultado é verdadeiramente recompensador.

Antes do abate, o porco, com no máximo seis meses de idade, recebe uma alimentação especial para reduzir a gordura sem diminuir o peso. A carne é temperada com alecrim, vinho branco e noz moscada, e recheada com uma combinação de carne moída, linguiça calabresa, ervilha, molho, cogumelos e palmito.

Em seguida, o porco é colocado em um rolete e assado por aproximadamente 20 horas. O resultado é uma carne macia e suculenta por dentro, com uma crosta crocante por fora. Uma verdadeira iguaria para os amantes da culinária local.

Costela ao Fogo de Chão

A Costela ao Fogo de Chão é um prato típico do Paraná que destaca o popular corte de carne na região. Para prepará-la, a costela é temperada com cachaça e uma generosa quantidade de sal. 

Imagem mostra costela de porco assada.

A carne é então colocada verticalmente em um espeto, preservando sua umidade e resultando em uma textura mais macia. Manter um fogo uniforme e constante é crucial, o que envolve distribuir a lenha ao redor da carne de maneira equitativa. Além disso, durante o cozimento, borrifar cerveja na carne ajuda a mantê-la hidratada.

Após aproximadamente seis horas no fogo, a Costela ao Fogo de Chão fica devidamente assada, com uma textura macia e suculenta. Para finalizar, é servida tradicionalmente com cuscuz com ovos ou pirão de leite, proporcionando uma autêntica experiência gastronômica paranaense.

Comida Paranaense herdada dos tropeiros no Paraná

A tradição culinária do Paraná guarda dois tesouros gastronômicos com raízes profundas na história dos tropeiros. Estes comerciantes ambulantes que cruzavam as estradas entre São Paulo e o Rio Grande do Sul, em suas imponentes carretas, deixaram um legado culinário que perdura até hoje.

Imagem mostra feijão tropeiro, um dos pratos da comida paranaense herdado dos tropeiros.

O Feijão Tropeiro, que também é um dos melhores pratos da comida mineira, robusto em sabor e tradição, combina linguiça, bacon, ovos, farinha de mandioca e couve em uma mistura irresistível. Cada ingrediente carrega consigo a essência das longas jornadas dos tropeiros, garantindo uma refeição repleta de sabor e história.

Já o Arroz de Carreteiro traz consigo a essência da carne seca desfiada, um ingrediente prático e duradouro, essencial nas expedições dos tropeiros. Combinado com arroz, este prato é uma verdadeira celebração da simplicidade e do sabor autêntico.

Ao saborear o Feijão Tropeiro e o Arroz de Carreteiro do Paraná, os viajantes têm a oportunidade única de mergulhar na rica tradição culinária dos tropeiros, e de experimentar uma parte viva e deliciosa da história desta região surpreendente do Brasil.

Principais curiosidades da comida paranaense

A culinária paranaense é um deleite para os paladares aventureiros, revelando uma mistura única de sabores e tradições. Entre as curiosidades gastronômicas do Paraná, destaca-se o “barreado”, prato típico de Morretes, preparado lentamente em panela de barro, com carne, temperos e farinha de mandioca, resultando em uma textura suculenta e sabor marcante.

Imagem mostra Joelho de porco, um prato delicioso da comida paranaense.

Além disso, o estado é conhecido pelo “entrevero”, uma espécie de churrasco com carnes variadas, legumes e queijo coalho. A influência europeia se faz presente nas deliciosas “pierogi”, massas recheadas de origem polonesa, e no “strudel”, uma sobremesa austríaca apreciada em diversas cidades paranaenses.

A tradição tropeira também deixou sua marca, com a famosa “carne de onça”, uma espécie de tartare de carne servido com pão. Não se pode esquecer das festas típicas, como a Festa do Barreado em Morretes e a Festa Nacional do Carneiro no Buraco em Campo Mourão, onde a gastronomia local se destaca.

Ao explorar a comida paranaense, os viajantes têm a oportunidade de conhecer de perto a rica cultura e a incrível biodiversidade da região amazônica.

Hospedagem em Curitiba

Curitiba é uma capital com boas hospedagens e preço bem interessante. Por isso vou fazer uma lista ainda mais seleta de boas hospedagens com bom preço para você curtir essa cidade maravilhosa.

A primeira sugestão da minha lista é o Ibis Budget que tem nota de 7.1 e custa cerca de R$ 200 a diária para casal.

Outra opção bem interessante é o Rede Andrade San Martin que tem a nota de 7.7 e o café da manhã incluído no preço e curta cerca de R$ 153 a diária.


A última opção é o Rede Andrade São Francisco que está bem próximo ao centro com café da manha e nota de 7.7 e custa cerca de R$ 150 a diária.

Mais Dicas Neste Paraíso

Mais Dicas e Sugestões Valiosas.

  • Passagens de Ônibus: Encontre passagens, compre pelo celular, parcele no cartão e viaje o mundo.
  • Passeios para sua viagem: Reserve passeios e pague em até 12 vezes com excelente preço e curta seu passeio.
  • Seguro Viagem: Não deixe de fazer seu seguro viagem, ele pode te amparar em momentos difíceis.
  • Cruzeiros Marítimos: Sonha em fazer aquele cruzeiro, veja minha sugestão barata e parlada em 12 vezes.
  • Hotéis baratos: Não sabe onde encontrar hotéis baratos? Veja minha sugestão e que sempre utilizo.
  • Passagens aéreas: Compre sua passagem aérea com 12% de desconto na primeira compra e viaje pagando mais barato.
  • Acessórios para viagem: Caso precise daquele guarda-chuva, kit de organizadores ou qualquer coisa do tipo, tenho uma sugestão também.

Perguntas frequentes sobre a comida paranaense

O que é o prato mais emblemático da culinária paranaense?

O prato mais emblemático do Paraná é o Barreado.

Como é preparado o Barreado e quais seus acompanhamentos tradicionais?

O Barreado é um cozido de carne preparado lentamente em panela de barro. É acompanhado de farinha de mandioca, arroz, pimenta, banana e banana-da-terra.

O que é o Joelho de Porco e como é preparado?

O Joelho de Porco, conhecido como Eisbein, é uma iguaria de origem alemã. É preparado com uma porção de carne localizada entre o tornozelo e o joelho do animal, com espessa camada de gordura. É cozido lentamente e assado até atingir uma textura macia por dentro e crocante por fora.

Qual é o ingrediente chave da culinária paranaense feito a partir da semente de araucária?

O ingrediente chave da comida paranaense é o Pinhão.

Cite uma receita típica do Paraná que inclui o Pinhão.

O Entrevero de Pinhão é uma receita do interior do estado que combina carne suína e bovina, temperos, vegetais e pinhão.

O que é o Borsch e quais são os ingredientes principais desta sopa típica do leste europeu?

Resposta: O Borsch é uma sopa típica do leste europeu que conquistou os paladares paranaenses. É feito com repolho, beterraba, costelinha de porco defumada e smetana, um tipo de creme de leite.

O que é a Carne de Onça e quais são os principais ingredientes desta iguaria de Curitiba?

A Carne de Onça é uma iguaria típica de Curitiba inspirada no alemão Hackepeter. É feita com carne bovina crua sobre fatias de broa preta, temperada com pimenta do reino, cebola branca, cebolinha, sal e azeite de oliva.

O que é o Pão com Bolinho e qual é a sua origem?

O Pão com Bolinho é um prato típico de Curitiba, originado durante um período de hiperinflação no Brasil. Consiste em bolinho de carne servido em pão francês ou pão d’água, com maionese e cebolinha.

Qual a origem do Pierogi e como é preparado no Paraná?

O Pierogi é originário do leste europeu e ganhou popularidade no Paraná devido à influência da imigração. São bolinhos recheados com carne suína, batatas, requeijão ou ricota, cozidos e depois preparados ao forno ou fritos com cebolas e bacon.

Quais são os principais pratos herdados dos tropeiros na culinária paranaense?

Os principais pratos herdados dos tropeiros são o Feijão Tropeiro e o Arroz de Carreteiro.

O que é o Porco no Rolete e como é preparado em Toledo?

O Porco no Rolete é um prato icônico de Toledo, preparado com um porco jovem alimentado de forma especial antes do abate. A carne é temperada e recheada antes de ser assada em rolete por cerca de 20 horas.

Como é preparada a Costela ao Fogo de Chão, prato típico do Paraná?

A Costela ao Fogo de Chão é preparada com temperos como cachaça e sal, e a carne é colocada verticalmente em um espeto para preservar sua umidade. É assada por aproximadamente seis horas, mantendo uma textura macia e suculenta.