O que fazer em Milão uma cidade de músicas, culturas e artes

A priori, falaremos de uma cidade italiana conhecida por pulsar cultura, músicas, artes e óperas: MILÃO. Este destino turístico europeu é consagrado como centro de design. Além disso, é também uma das capitais mundiais da moda e polo lançador de tendências e estilos. Então, veja a seguir o que fazer em Milão.

Conhecida como a cidade moderna com seus quase 1,5 milhões de habitantes, Milão é a capital da região da Lombardia. Está localizada no Norte da Itália. Além de ser a cidade mais populosa da Itália, é também onde os negócios e indústrias se concentram.

Imagem mostra a região da lombardia em Milão, este lugar é sensacional e tem atrações maravilhosas

Impulsionada por Milão, a região da Lombardia é muito rica em cultura, arte, tradições, enogastronomia, esportes e histórias que elevam o turismo na região. Lombardia é fascinante. Enfim, com essa beleza e leveza iremos te apresentar o que fazer em Milão. Confira:

O que fazer em Milão: Principais atrações

A seguir você verá o que fazer em Milão. Com certeza, você vai vivenciar momentos inesquecíveis na companhia de um belo vinho, pasta e músicas. Além da Catedral de Milão, o ícone da cidade, você verá a seguir outros atrativos igualmente belos. São eles:

1.      Galeria Vittorio Emanuele II

A Galeria Vittorio Emanuele II foi construída entre 1865 e 1877. Seu teto de ferro e vidro, que dá o maior charme e caracteriza o local. Localizada ao lado da catedral, a Galeria fica pertinho do Duomo di Milano, ou seja, em um mesmo dia você pode conhecer os dois lugares.

Imagem mostra a galeria vittorio emanuelle em Milão, uma região com muito o que fazer

É uma galeria luxuosa, repleta de lojas muito chiques como Prada, Louis Vuitton, entre outras. Além disso, sua arquitetura é incrível. Aproveite também para conhecer os vários restaurantes e cafés maravilhosos que existem por lá.

2.      Arco Della Pace

O passeio pelo local é muito agradável. Além disso, é repleto de jardins, lagos e árvores bem preservados. O Arco da Paz (Arco della Pace), foi construído no século XIX, é uma obra neoclássica milanesa belíssima.

É uma estrutura de 25 metros de altura e 24 metros de largura, composta com esculturas de cavalos e uma carruagem de bronze em seu topo.

3.      Castello Sforzesco

Construído por Francesco Sforza no século XV, o castelo é um dos símbolos de Milão. Era um espaço refinado de muitas festas e jantares em um período em que a cidade se encontrava no auge do Renascimento. Frequentado por poetas e artistas, após a invasão francesa, o castelo se resumiu a uma base militar.

Atualmente o Castello Sforzesco tem uma função cultural importante em Milão. Pois, acolhe museus e bibliotecas.

4.      Lago de Como

Uma das principais atrações do norte da Itália, localizado a aproximadamente 50 km de Milão é o Lago de Como. Cidadezinhas convidativas para que os visitantes apreciem a paisagem sem moderação, são encontradas às margens do lago. É considerado o terceiro maior lago italiano.

Suas águas têm origem glacial. Logo, suas nascentes brotam do degelo das camadas de neve dos alpes suíços.

5.      Navigli

Ideal para ser visitado à noite, Navigli é um bairro boêmio de Milão. É um local onde todas as tribos são bem recebidas. Todos podem ver e sentir o clima de amizade, diversão e respeito.

Imagem mostra o bairro de navigli em Roma, que tem muita opção de coisas para fazer a noite

O que fazer em Milão: Igrejas

Finalmente você irá conhecer o ponto ícone da cidade e outras igrejas igualmente lindas, porém não tão lindo como o Santuário do Caraça em Minas Gerais.

Catedral de Milão

Situada na praça central da cidade, a Catedral de Milão é uma catedral católica romana. É uma história de cinco séculos, só de construção. Ou seja, sua obra teve início em 1386 e foi concluída em 1965.

A Catedral abriga a maior coleção do mundo de estátuas de mármore com a estátua de ouro visível amplamente no topo de sua torre, além de ser a sede da Arquidiocese de Milão.

Imagem mostra a belíssima catedral de Milão na Itália

A Catedral de Milão é imensa. Porém, apesar da sua enorme imensidão, seu interior é incrivelmente acolhedor. As lindas janelas de vidro colorido e o reflexo da luz solar no chão não passam despercebidas. Caso goste destes tipos de edificação, visite também a Catedral de Zagreb na Croácia, que não fica tão longe de Milão.

Igreja de St. Maurizio Corso Magenta

A igreja italiana renascentista foi construída em 1503. Seu interior é um dos mais belos de se ver na Itália. Com afrescos do chão ao teto, quadros lindíssimos em suas paredes e muitos detalhes em ouro que esbanjam luxo.

Igreja Santa Maria delle Grazie

Santa Maria delle Grazie é uma igreja e convento dominicano. Enriquecem a lista de Patrimônios Mundiais pela UNESCO. É um local famoso por abrigar o Cenacolo Vinciano, ao lado da igreja que possui “A Santa Ceia” de Leonardo da Vinci, pintada diretamente na parede do refeitório do convento.

O que fazer em Milão: Teatro Alla Scala

Inaugurado em 1788, o local foi construído a pedido da Imperatriz Maria Teresa da Áustria. É considerado uma das casas de ópera mais famosas do mundo.

Os ingressos para assistir a um espetáculo, devem ser adquiridos com muita antecedência diretamente pelo site do teatro. Mas, mesmo que você não consiga os ingressos, a visita pelo lado de fora, para admirar a construção vale a pena.

Conclusão: O que fazer em Milão

Concluindo, Milão é um destino que vale a pena ser visitado. Talvez Milão seja uma das cidades mais ricas do mundo tanto em história, cultura e arte como também em concentração de decoração e grife de moda.

Então, agora que você já sabe o que fazer em Milão, programe-se para visitar a cidade e suas principais atrações. Se permita vivenciar muitas surpresas incríveis. Pois, ir a Milão é uma mistura de luxo, cultura, história, arte, arquitetura e música. Além da gastronomia e o jeito caloroso italiano.

Boa viagem!

Até breve!

Deixe uma resposta