Qual o salário mínimo na Holanda, e qual o custo de vida por lá?

Se você está pensando em visitar ou morar em um dos países com melhor índice de qualidade de vida do mundo, este artigo pode ser útil para você. Equivalente ao salário mínimo belga, é o salário mínimo na Holanda. Ou seja, até mesmo para os trabalhadores menos qualificados é um bom índice de remuneração. 

O país também utiliza diversas técnicas para burlar leis, em função do alto salário e de vários mecanismos de proteção aos trabalhadores. Ou seja, na Holanda o salário mínimo legalmente representa um determinado valor. Mas, pode não ser exatamente a proposta que você iria receber em uma oferta de emprego.

Então, a seguir você irá entender qual é o salário mínimo na Holanda e as principais situações relacionadas a ele. Vem com a gente.

Qual é o salário mínimo na Holanda?

Legitimamente, o salário mínimo na Holanda é definido por hora de trabalho realizado. Ainda de acordo com a idade do trabalhador, e a quantidade de horas trabalhadas em uma semana, o salário sofre variações.

Imagem mostra um parque em amsterdam na Holanda, pais este que com um salário mínimo é possível viver traquilamente

Como referência é utilizado o valor da hora do trabalhador que tem uma jornada semanal de 40 horas trabalhadas e mais de 23 anos. Então, neste caso a hora de trabalho vale 8,80 euros. Em números mensais esse valor representaria pouco mais de 1500 euros de salário.

A hora de trabalho para quem trabalha menos horas semanais é progressivamente mais valiosa. Pois, assim compensa a redução da jornada.  Além disso, o trabalhador que possui menos de 22 anos pode receber menos: em torno de 85% e 30 % do valor referencial (a lei holandesa permite trabalhar desde os 15 anos).

Há ainda, uma questão bastante única relacionada ao salário mínimo na Holanda. Pois, em função da grande proteção jurídica sobre os trabalhadores, com multas demissionais altas, contratam-se muitos trabalhadores em circunstâncias especiais.

Os contratos temporários recorrentemente renovados ou empresas de apenas um trabalhador, não são raros. Logo, nestes casos nem todas as garantias são asseguradas para os trabalhadores.

Salário Mínimo na Holanda: Custo de vida

Se o seu sonho é morar em outro país é muito importante você saber o seu custo de vida. E para isso muitos fatores devem ser considerados para definir os custos mensais de uma família ou mesmo de uma pessoa.

Tenha em mente que os custos variam de acordo com a cidade que você pretende morar, com o estilo de vida que pretende levar, se tem filhos ou não, entre outros.

Portanto, sem compras em excesso e com saídas ocasionais pensando em um estilo de vida simples de quem vai morar na Holanda, pode-se dizer que é possível viver com 1.500 euros por mês. Mas, caso você queira morar no centro da cidade, ter mais lazer entre outras coisas, seus custos por mês podem chegar a uma média de 2.800 euros.

Na Holanda, o custo de vida é alto?

Se comparada aos países vizinhos, como Alemanha e Bélgica, considera-se que o custo de vida na Holanda é elevado e as despesas com transporte, moradia e alimentos são mais caras. Mas os custos podem cair consideravelmente, dependendo da cidade na qual se vive.

Morar em cidades como Amsterdam, Maastricht, Haia e Rotterdam pode ser bem mais caro. Pois, como são cidades muito turísticas, geralmente os preços se elevam, assim sendo ganhar o Salário mínimo na Holanda nestas cidades terá o poder de compra menor..

Imagem mostra barcos nos canais em amsterdam na Holanda

E mesmo comparando entre elas, a diferença é relevante. Como por exemplo, é bem mais caro viver em Amsterdam do que em Rotterdam. Quando se fala em cidades menores o custo pode cair ainda mais.

Situação econômica da Holanda

Em termos de PIB geral, com mais de 800 bilhões de dólares gerados anualmente, a Holanda é considerada a 25 maior economia. Além disso, o país apresenta uma taxa de 9 % da população sob a linha da pobreza. Com uma taxa de desemprego inferior a 6%, há uma força de trabalho de cerca de 8 milhões de pessoas.

A Holanda faz parte da União Europeia e tem uma dívida pública sob controle. Outro aspecto importante é que 80% de sua força de trabalho está no setor de serviços com foco altíssimo em aplicações tecnológicas. Além disso, a inflação é baixíssima então mesmo ganhando um salário mínimo na Holanda uma pessoa viveria bem.

Aspectos positivos e negativos da Holanda

Assim como todo país, a Holanda também apresenta aspectos econômicos positivos e negativos para os trabalhadores. Entre os pontos positivos destacam-se:

·         Salário mínimo alto;

·         Baixa inflação

·         Aposentadoria cedo, com pensão razoável que favorece qualidade de vida na velhice.

Já entre os pontos negativos, devem ser destacados:

·         Custo de vida elevado;

·         Práticas constantes para prevenir contratações regulares.

Conclusão: Vale a pena morar na Holanda?

Concluindo, é importante você analisar se o gasto para viver no país que pretende morar será compensado em fatores que as pessoas buscam ao se mudarem, tais como:  melhor qualidade de vida, saúde, segurança e educação. Isso, falando em custo de vida.

Em suma, é importante que você pesquise muito, procure entender suas oportunidades de conseguir emprego na sua área e principalmente estude sobre o custo de vida e economia para tomar a decisão mais acertada possível.

Você deve avaliar se vale a pena morar por lá mesmo que seja ganhando o salário mínimo na Holanda, bem como em qualquer outro lugar de acordo com suas expectativas, pois há muitos prós e contras de morar na Holanda.

Até breve!

Boa sorte!

Deixe uma resposta